Zeca

Dia 15/05/2012 perdi o meu grande companheiro…. meu amigo fiel e “irmão” de quatro patas!!! Como é sofrida essa hora…. claro que sabemos que esses anjinhos não duram tanto quanto nós e mesmo sabendo de todos os seus problemas de saúde…. mesmo assim é com muita dor que passamos por esse momento…..
Fique com Deus meu peludo!!!! Espero que você tenha sido muito feliz nesses seus quase 14 anos de vida!!! Tenho certeza que um dia nos reencontraremos, gorduchinho!!!

“Alguns anjos não possuem asas, possuem quatro patas, um corpo peludo, nariz de bolinha, orelhas de atenção, olhar de aflição e carência.
Apesar dessa aparência, são tão anjos quanto os outros (aqueles com asas) e se dedicam aos seus humanos tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se.”

Li isso uma vez e espero que seja verdade:

A PONTE DO ARCO ÍRIS

De um lado do paraíso existe um lugar chamado Ponte do Arco-Íris. Quando um animal morre, aqueles que foram especialmente queridos por alguém, vai para a Ponte do Arco-Íris. Lá existem campos e colinas para todos os nossos amigos especiais, pois assim eles podem correr e brincar juntos. Lá existe abundância de comida, água, e raios de sol, e nossos amigos estão sempre aquecidos e confortáveis. Todos os animais que já ficaram doentes e velhinhos estão renovados com saúde e vigor; aqueles que foram machucados ou mutilados estão perfeitos e fortes novamente, exatamente como nós nos lembramos deles nos nossos sonhos, dos dias que já se foram. Os animais estão felizes e alegres, exceto por uma coisinha: Cada um deles sente saudades de alguém muito especial, alguém que foi deixado para trás. Todos eles correm e brincam juntos, mas chega um dia quando um deles para de repente e olha fixo na distância. Seus olhos brilhantes estão atentos; seu corpo impaciente começa a tremer levemente. De repente, ele se separa do grupo, voando por sobre a grama verde, mais e mais rápido. Você foi visto e quando você e seu amigo especial finalmente se encontrarem ficarão unidos num reencontro de alegria, para nunca mais se separar. Os beijos de felicidade vão chover na sua face; suas mãos vão novamente acariciar tão amada cabecinha, e você vai olhar mais uma vez dentro daqueles olhos cheios de confiança, que ha muito tempo haviam partido da sua vida, mas que nunca haviam se ausentado do seu coração. Então vocês, juntos, cruzarão a Ponte do Arco-Íris.

É com lágrimas nos olhos que nossa família se despede de você: nossa porcaria, gorda, mimada e rabujenta!!!

Harley, Sirlei e Andréia