Zara

Quando eu fui buscar a Zara ela era a menor filhote, a mais doente e mais feia. Mesmo assim eu me apaixonei por ela na hora. A levei pra casa e ninguém acreditava que ela sobreviveria. Lutamos muito, ela fez um longo tratamento, foi crescendo, ficando linda e saudável. Sim, contrariando as expectativas (menos as minhas, eu sempre acreditei que ela ficaria bem), ela sobreviveu, virou uma cachorra linda, companheira, carinhosa, amorosa, educada. Nem enquanto lutava pela vida durante o tratamento de um câncer ela desanimou, no segundo dia da cirurgia já estava de pé. Hoje, quase um ano depois da cirurgia, 6 meses depois do fim da quimioterapia (ela ficou completamente curada), seu coraçãozinho parou e ela foi chamada por Deus para brincar e ser feliz lá no céu. Tenho certeza de que ela nos amou muito, foi absurdamente amada por todos nós e nunca será esquecida. Hoje eu tenho uma estrela canina gigante lá no céu, agora cuidando de mim e nos protegendo lá de cima! Zara, um dia a gente se reencontra! Filha, a mãe te ama sem fim e pra sempre!!