Yago

Meu Amigo!
Como não esquecer a primeira vez que vi você, ainda na loja para venda, foi amor à primeira vista. Trouxemos você para casa em Curitiba e de lá pra cá nossas vidas nunca mais foram às mesmas. Quanta desordem e indisciplina você trouxe, mas também quanta alegria para nossas vidas, tantos foram os momentos inesquecíveis. Como esquecer dos buracos no jardim, das corridas intermináveis, de suas brincadeiras, e dos passeios diários, você pedia para passear todo dia abria a porta pulando no trinco ou pulava com as patas sujas e lá íamos atender seus pedidos até que virou rotina e hábito passear todos os dias pela manhã ou tarde, às vezes manhã e tarde. Chegou um momento que todos conheciam o Yago, sabiam seu nome e chamavam´o com intimidade, como não esquecer as crianças na saída da escola vizinha chamando você para brincar e falando: “o Yago é Lindo”. Era louco por banana, comia todas as frutas mas banana era fora do normal, era quase um cachorro vegetariano se não fossem os pássaros que vinham comer no jardim, e o Yago com muita rapidez acabava matando um ou outro. Detalhe, isso não aprovávamos. Isso mesmo você era lindo e trouxe muita alegria, amizade e lealdade para todos nós. Desde sua chegada na casa do pai se passaram 10 anos, então você viveu 10 anos, 2 meses e dezessete dias. Foi triste perder você sentimos muito sua falta, mas sabemos que você se foi porque chegou sua hora de partir, pois nos últimos meses você já não era o mesmo Yago alegre e cheio de vida, sei que já estava desconfortável respirar, correr e passear que você tanto adorava. Então você partiu para não mais voltar e deixar muita saudade e lembranças de momentos inesquecíveis que vivenciamos juntos, que não se perdem nunca no tempo.
Amigo você agora faz parte de nossas memórias porque marcou nossos corações.
Everaldo/Glaicy/Eloise/José(Pai)/ Ana(Mãe)/Mariana/Edenise