VINNY

Hoje me despedi do meu companheirinho Viny, após 17 anos de convivência.
Despedidas sempre são muito tristes, é o “Ciclo da Vida”!
Por isso teimo em imaginar que ele partiu com o sentimento abaixo, para o conforto do meu coração já saudoso.
Obrigado meu São Francisco de Assis, por ouvir minhas orações, e dado a ele uma passagem maravilhosa, dormindo tranquilo em sua caminha!
Até breve campeão, e muito obrigado por tudo que aprendi com você!

“””MEU QUERIDO PROTETOR!”””

Vejo que vc está chorando porque chegou meu momento de partir.
Não chore, por favor, quero lhe explicar algumas coisas.
Vc está triste porque eu fui embora, e eu estou feliz porque lhe conheci.
Eu sei que o entristece a minha partida, mas eu tinha que ir agora.
Quero lhe pedir que não se culpe por nada; ouvi-o soluçar que deveria ter feito algo mais por mim.
Não diga isso, fez muito por mim! Sem você não teria conhecido nada da beleza que carrego comigo hoje.
Não chore mais, por favor. Eu vou feliz. Tenho na lembrança o nome que você me deu, o calor da sua casa que neste tempo se tornou minha. Eu levo o som de sua voz falando para mim, mesmo não entendendo sempre o que me dizia.
Eu carrego em meu coração cada caricia que você me deu, cada vez que me punha em seu colo e me dava comida e água, quando não tinha mais firmeza nas pernas.
Sentia muita paz e conforto quando me aconchegava sob as cobertas no frio, junto da sua cama no quarto, e percebia toda a sua paciência e cuidado quando eu molhava a fralda quando não podia controlar minhas necessidades.
Tudo o que você fez foi muito valioso para mim e eu agradeço infinitamente, não sei como dizer a você, porque eu não falo sua língua, mas certamente em meus olhos pôde ver a minha gratidão.
Eu só vou pedir dois favores. Lave o rosto e começa a sorrir.
Lembre-se que bom que vivemos juntos estes momentos. Reviva como eu todo o bem que compartilhamos neste tempo.
Hoje à noite, quando você olhar para o céu e vir uma estrela piscando quero que você saiba que sou eu piscando um olho; avisando a você que cheguei bem e dizendo-lhe “obrigado pelo amor que você me deu”.
Eu me despeço agora sem dizer “adeus”, mas “até logo”.