Trevo

Trevo,
O que falar de você bebê?
Passou tão rápido por nossas vidas (3 meses) e nos fez te amar como se tivéssemos juntos há mais de 10 anos.
Buscamos você da rua, te demos um lar, carinho, AMOR e todo respeito que você merecia.
Infelizmente o seu acidente (atropelamento e por isso o nome de Trevo dado pela ex´dona) não deixou se recuperar e acabamos perdendo você para problemas neurológicos.
Você sempre será lembrado por nós.
Nunca conhecemos um cachorrinho com uma alma tão pura, tão boa quanto você. Você merecia muito mais. Não era sua hora, pois estava tendo tudo.
Mesmo assim sabemos que Deus irá cuidar bem de você.
Nunca vamos esquecer de você dormindo no quarto, seu jeitinho tímido de ficar na porta de casa, seguindo a gente pela casa todo atencioso e amoroso.
Você é um cachorro especial pra nós queira estando estando entre os vivos ou com o canil de Deus.
TE AMAMOS TREVO E SEMPRE AMAREMOS.
Seus donos:
Victor, Aline e Ana.
E pra encerrar um poema em sua homenagem:
…Um bravo lutador que nunca se entrega
Doce companheiro das horas solitárias
Ainda lembro quando aqui chegaste
Com olhos úmidos e um choro mansinho
Mas o nunca um dia chega
E deixa nossos sonhos opacos
O teu brilho se converte em cinza
Olhos inertes que jamais esquecerei
E quase sem querer ganhas a liberdade
E a morte leva a quem gostamos
Para correr a céu aberto
E pastorear nuvens desgarradas…