Toby

Quando se perde um animal de estimação, é como se um pedaço seu partisse junto! É uma ferida, que por mais que pare de doer, nunca se cicatriza.
É uma dor quase inexplicável, pois ao invés das palavras saírem, se escorrem lágrimas.
Perdemos um melhor amigo, um amor incondicional, não “apenas um animal”.
Cada um mostra um tipo diferente de dor, uns sofrem calado, outros mostram a sua dor para o mundo, mas tenha certeza, de que a dor é a mesma.
Um animal, é uma criança para sempre! Que demonstra seu sincero amor, muda a rotina da casa, não se cansa de brincar, cativa a todos e acima de tudo: nos trazem felicidade.
Não posso dizer que apenas eles dependem de nós, sem eles, não seriamos os mesmos, não compreenderíamos o que é o amor, não sorriríamos à toa.
Pequeno ou grande, de raça ou não. São seres vivos que merecem o melhor de nós, e inexplicavelmente, conseguem mais que isso!
Refletindo sobre cada momento de felicidade que cada animal nos proporciona, cheguei a conclusão que nós é que devemos agradece-los. Só eles aguentam nosso mau-humor após um longo dia, e nos fazem esquecer os problemas. Portanto o meu muito obrigado por cada lambida, por cada mordida e cada arranhão, que as “cicatrizes” hoje me fazem lembrar os bons momentos.
Obrigada por cada necessidade feita fora do lugar, pois isso exercitou-me e ensinou-me a ser persistente.
Obrigada por cada banho tomado na tentativa de dar um.
Obrigada por me consolar quando eu chorava, por amolecer meu duro coração e por me aquecer nas noites frias, mesmo levando junto um pedaço de mim, bons momentos, o amor e o aprendizado que me trouxeram ficaram para sempre, bem ao lado da saudade!