TERESA

Às vezes me questiono porque amo e sofro assim pelos animais, em especial por cães, e não consigo achar a resposta, dói no fundo de minha alma a ausência de todos aqueles que eu perdi… A única coisa que peço a Deus para que quando eu partir, me leve junto aos meus cães… Pra eu reencontrar todos os meus anjos de quatro patas que se foram e levaram junto um pedaço do meu coração…
“Teresa” minha velhinha linda da mãe… Quando tirei você das ruas na Fazenda Rio Grande, queria te dar um final de vida mais feliz e digna, queria poder estender seu tempo e dar a você o que talvez não tivesse recebido a vida inteira ter conhecido o amor, carinho a amizade verdadeira.
Mas durou pouco nossa vivência e infelizmente te perdi;você se foi, me perdoa por não ter te encontrado antes, mais saiba que você foi e será sempre amada, fecho meus olhos e vejo os seus… Sua carinha de ranzinza e seus dentinhos amarelados querendo encarar cada um sem pensar no tamanho… Cada vez que passar por onde eu te resgatei e chegar à chácara, quando todos descerem pra me encontrar e não te ver meu coração ira chorar em silêncio…
Foi maravilhoso poder ter te conhecido quero que descanse em paz minha ranzinza e que brilhe como uma luz intensa, uma linda e forte estrela… Pra me dar forças pra continuar…
Amo-Te minha linda TERESA… Sempre te amarei…
Regiane.