Tathy

Tathy querida,
Você nos alegrou quando há treze anos, chegou a nossa casa (no Dia das Mães), e com sua presença trouxe muito carinho. Agora nos emocionou ao nos deixar, exatamente no Dia das Mães.
Chegou pequenina, linda, meiga e divertida e assim permaneceu durante toda a sua existência. Foi amiga, fiel, companheira em todas as horas, dias e anos que conviveu com a família que a adotou como uma verdadeira filha. Foi muito amada por todos.
Era a alegria da casa, juntamente com sua irmãzinha Lassie que partiu há um ano e meio. Mesmo com idade já avançada parecia uma “menina” brincalhona, pulando, escondendo chinelo e sempre com o rabinho abanando.
Que saudades! Que falta você faz!
A sua ausência embarga´nos a voz, aperta´nos o coração. É porque você foi de mansinho, suavemente, fixando em nós os seus olhinhos tristes, como se compreendesse que não poderia adiar o inevitável, a profunda dor que nos causaria a sua partida. Mas nós aprendemos muito com você. Seu exemplo de bondade, humildade, resignação e coragem ao enfrentar tão grave doença nos contagiou a todos.
Você foi uma guerreira, irmãzinha, uma guerreira vitoriosa, porque agora você é uma estrelinha a iluminar lá do alto nossos caminhos, a acompanhar nossos passos.
Muito obrigada por esses anos de sua companhia.
A partir de agora você está sob os cuidados de Deus, Nosso Pai Eterno, e sempre viva em nossas lembranças.
Que Ele a acolha e a recompense com o amor que só Ele sabe dar e permita que um dia possamos nos reencontrar.
Muitas, muitas saudades!
Familia Grudzien e seus irmãos caninos Toquinho, Bianca, Ellen e Toby.