Suellen

Minha Suellen, minha Ellen, minha Su, minha Suca, minha Suquinha.
Tanto amor a mim você dedicou…
Dentre tantos, você me escolheu, que sorte a minha.
Você um ser tão pequeno e tão grande de amor em seu coração.
Que falta você me faz, tantas coisas tínhamos a fazer, meu coração dói com tua ausência e não sei por quanto tempo esta dor e o inconformismo vão me acompanhar.
Foram 12 anos, 07 meses e 28 dias, muito tempo para alguns, mas pouco para nós duas.
Lembro´me do dia em que te encomendei no pet shop.
Pedi uma poodle preta e com 20 cm de altura na idade adulta.
E veio você.
Na verdade foi pra vovó, mas na realidade minha de coração.
Lembra como esperava os finais de semana para ir pra minha casa? Que felicidade a sua quando fomos morar todos juntos, foi logo dormir com a mamãe.
Você minha comilona, louca por uma maçã, um sorvete, um iogurte…
Tudo que comíamos queria também, primeiro colocava na boca se não gostava cuspia… Linda! Sempre alerta, qualquer barulho que escutava e já saia um au!au! E no carro, não saia do colo da mamãe por nada desse mundo.
Uma lindeza caminhava lado a lado com a gente na rua.
Rápida pra fazer o número 1, parecia estar aterrizando, mas enrolada pra fazer o número 2, tinha lugar, cheiro, jeito, posição do vento, sei lá, dava tantas voltas, mas era tudo muito lindo.
E teu olhar, sempre carente, meu cachorro pidão.
E teus beijos, quase entravam pelo nariz, ôh linguinha forte.
Devia tê´la beijado mais, amado mais, ficado mais tempo a teu lado.
Você merecia mais dedicação de minha parte, com os olhos cheios de lágrimas peço desculpa se não fiz o bastante.
Ligada sempre na mamãe e a mamãe sempre protegendo você.
Minha Ellen acho que nossa história não acabou, ficou faltando algumas lacunas, e temos que preenche´las e vamos nos encontrar.
Te amo pra sempre nessa e em outras vidas.
Milhares de beijos da sua mamãe.