Sandy

Cantinho da saudade Sandy
Anjinha que nos deixou muito tristes, pois se foi de repente. Porém, em quase 11 anos de convivência, foram muitos os momentos felizes ao seu lado.
Sentimos muita falta do seu jeitinho:
Sapeca´ sempre disposta a uma brincadeira;
Ciumento´não saía do colo se houvesse mais alguém em casa;
Carinhoso´adorava e implorava um agrado na barriguinha;
Protetor´defendia´nos a qualquer custo;
Encrenqueiro´ nunca recusava uma briga, mesmo que a visita só quisesse se despedir, ou simplesmente passar pela porta. Além disso, era só ouvir sua dona chamar Peeedro (seu titio que adorava provocá´ la), que ela saía correndo, de onde estivesse, só para ter o gostinho de latir para ele.
São por esses e muitos outros motivos que essa cachorrinha é insubstituível e sempre estará guardada, com muito carinho, em nossos corações.
Dani, Pedro e Nazeli