Roy

O Roy foi o cachorro mais bonzinho e guerreiro que poderia existir, espero que a dor dele agora não exista mais e que ele saiba que vai deixar um imenso vazio em nossas vidas.
Um olhar que jamais será esquecido, um cão insubstituivel, que não se entregou à dor e a doença que tinha, mesmo na dor era capaz de abanar o toquinho de rabo que tinha pedindo carinho e querendo brincar.
Obrigado pelos fortes latidos e pelo grande coração.
Saudades…