Pinguim

Meu amigo rabugento, vou sentir a tua falta. Várias vezes hoje chamei o teu nome. Preciso me acostumar com tua ausência, de alguma maneira ficou quase tudo quieto demais. Pequeno amigo, me perdoe pelos passeios que deixei de fazer, pelas broncas acasionais, pelo carinho que alguma vez deixei de te dar. Mas sei que você esta bem, me espere na Ponte do Arco Iris, sei que iremos nos reencontrar e lá seremos verdadeiramente feliz.