NINA

Nina querida, que aproximadamente em 2000 apareceu no local do meu trabalho, muito medrosa mas muito simpática, que logo me conquistou e no dia seguinte a levei para casa. Durante todos esses anos foi muito amiga, adorava passear pelas ruas do Guabirotuba. Sempre muito saudável até o diagonóstico de “cauda equina”, as sessões de acumpuntura que ajudaram muito aliviando as dores. Depois veio o tumor, este impiedoso, que a levou para sempre nos deixando apenas as boas lembranças. Fique com Deus minha querida Nina, agora vc está ao lado da nossa Pretinha.
Bjs da mamãe, Diego, Pietra, Rafael, Joyce, Tia Lumi e Tio Zé.