Nico

Nico muito amado, foram 7 anos e meio de carinho, amor, alegria, pois amava qdo a gente pegava a guia dele para caminhar, só com o barulho ele era pura alegria. A gente se encantava qdo ele se exibia, em troca de petiscos ou brinquedos é claro. Ele amava as crianças que passavam em frente de casa e paravam para brincar com ele. O Nico era puro amor, bondade, sensibilidade. Salvou muitas vidinhas doando seu sangue, sempre o fazia com amor, pois não precisava sedá-lo, ele ficava quietinho, parece que ele sabia da importância daquela atitude. E por ironia do destino, quando chegou a vez dele ser salvo, mesmo o Juca e a Nina, doando sangue, não deu certo. E hoje todo este amor está no Universo, o Nico fez a última viagem deixando um grande vazio. O consolo é que do diagnóstico da doença até hoje, tudo foi mto rápido, ele não precisou passar por mais internamentos, e nem fazer a quimioterapia (que iria judiar demais dele, por causa de sua debilidade).
Nico muito obrigado por nos ter escolhido como família e ter nos dado tanto amor sem nada pedir em troca.
Te amarei para sempre e vc terá sempre um lugar especial em nossos corações.
GRATIDÃO