Nick

Nick, Didi, Bilili…Meu Adãozinho do Araguaia, ainda lembro quando você entrou para a nossa família, o Ronaldo falando “Nossa amor, que bonitinho!”, a Nala te cheirando e você se impondo. É, com todo esse tamanho você dominou tudo e todos. Tomou conta do nosso coração e daí nos deixou, foi se encontrar com a Nalinha. Ai bebezinho, você nos deixou muitas lembranças, memórias maravilhosas e a dor eterna da saudade. Brinque bastante aí onde você está, estou certa de que um dia vamos nos encontrar novamente. Te amaremos para sempre.

Adri, Ronaldo e Chico.