Mel

Penso que a principal característica da Melzinha sempre foi o seu companheirismo e o tanto de amor que ela sempre teve para oferecer sem pedir nada em troca.
Quando foi adotada em 2008 ajudou a minha família e a minha outra cachorrinha, a Beleza, num processo de luto da Lilica, nossa outra cachorrinha que havia falecido. A Beleza não gostava de ficar sozinha em casa, chorava muito quando alguém chegava e a Mel veio para aliviar nesse processo…mesmo a Beleza não brincando o tanto que a Mel queria.
Por todos esses anos sempre foi muito companheira, carente, gostava de ficar perto da família, gostava de brincar de bolinha ou outro brinquedo que jogávamos (principalmente antes das refeições) conheceu as minhas sobrinhas e a relação com elas sempre foi muito boa pelo tanto de afeto e carinho, cuidado e bondade que ela sempre ofereceu.
Em 2018 a Belezinha virou estrelinha e foi um momento extremamente difícil para mim pois eu era muito apegada, ela foi a primeira cachorrinha aqui de casa que era minha, que eu cuidava e fazia tudo. Se não fosse a Mel auxiliar nesse processo de luto não sei o que seria de mim.
Nesses anos nos tornamos muito mais próximas pois ela era a única cachorrinha da casa e eu fiquei em cuidar mais para ela ter uma velhice mais saudável. Comecei a caminhar com mais frequência ainda e nesses passeios percebi características dela que nunca havia percebido…que ela gosta de subir em morros por exemplo.
Nos dias mais difíceis em que está a deprimida e não conseguia levantar da cama ela sempre foi o meu estímulo para levantar, dar comida, fazer carinho, passear. Principalmente durante a Pandemia onde ela passava longas horas na minha cama, onde dormimos juntas muitas vezes e onde a saúde mental não estava muito boa.
As bagunças em cima da cama, ela acordando antes de mim e botando a pata em mim para eu acordar, a festa dela já cedo para ir lá fora fazer xixi, a correria e os latidos no pré passeio, os momentos que ela ficava lá na frente só observando a rua e latindo ao menor barulho, as brincadeiras com bolinhas e outros brinquedos, como ela amava comida úmida, como comia qualquer comprimido possível sem o menor problema, como era carinhosa e gostava de um carinho, o barulho das patinhas raspando a minha porta para entrar, a carinha dela quando eu estava fazendo exercícios no chão e ela está a em cima da cama só esperando a hora de sair…enfim, todos esses momentos serão lembrados eternamente e com muita alegria. Tento tirar a cada dia qualquer culpa que eu sinta por você ter partido, não quero que sinta nada de ruim e quero sempre lembrar o quanto você foi especial e o quanto ajudou em momentos muito ruins. Te amo para sempre Mel! 🤍