Megy

Mesmo gostando de passar grande parte do dia deitada na caminha, você faz muita falta para seus pais e irmãozinho (Mike).
Foi uma grande companheira por mais de 15 anos, sempre demonstrando (do seu jeito) o carinho pelos membros da família.
A Megy era uma gatinha no corpo de cachorrinho, até o último dia em casa ela não deixou de ter a sua personalidade forte e autêntica. Dorminhoca, gorducha e comilona… Muito parecida com sua mamãe.
Foram várias lambidas de carinho e limpeza nos braços, pernas e rosto. Muito obrigado.
Vai ficar para sempre em nossas mentes, lembranças e corações. Agora você pode descansar melhor, Megy. ='(
Mamãe, papai e Mike te amarão para sempre!