Meg

A Meg significa o amor mais puro e recíproco que já pude viver. Muito esperta sempre me passava a perna para ganhar mais biscoitos, mimada até o último. Odiava quando estava dormindo e havia muito conversa, levantava e saía bufando até o quarto da mãe para ficar escondida do falatório. Amava “cuidar” do céu, observava aviões e helicópteros com muito cuidado e sempre avisava latindo quando avistava algum. Mesmo no calor, adorava suas cobertinhas e a “uvinha” seu ursinho favorito, carregava para todo canto.
Companheira, onde eu ia, estava sempre comigo. Amava pipoca, banana e maçã… Seus petiscos favoritos. Desconfiava no primeiro contato, mas depois grudava na pessoa até não poder mais.
Nos últimos meses foi descoberto um câncer terminal, infelizmente eu não fui capaz de descobrir antes, desculpa a mãe por isso Meg.
Lutou bravamente, sempre muito boazinha aceitou agulhas e medicamentos sem reclamar nenhuma vez, mas no sábado 27/03/21, ela pode descansar, descansar junto com a Lili sua irmã mais velha.
Agradeço o amor e dedicação das queridas, @festoppa , @suryams , @marcella_martins e @katiaoliv e todo o pessoal do @hvsantamonica que sempre nos atenderam bem e deram todo o suporte para a minha mocinha.
Em especial @festoppa , @suryams e @marcella_martins que sempre se dedicaram ao bem estar da Meg, que entendiam o quão delicada ela era e sempre me permitiram a estar junto de todos os tratamentos. A @katiaoliv que cuidou do meu bebezinho e deu o melhor tratamento e conforto a ela até o último momento.
Agradeço ao @petworldcrematorio por todo o tratamento e carinho pela lembrança linda que guardarei para sempre.

Meg quero agradecer todo amor que você me deu, e dizer que não houve cachorra mais boazinha, amorosa e especial em toda minha vida. Eu te amo e te amarei para sempre. Conheço um poema e fica aqui um trecho que cabe e muito a Meg:

“O amor não morre,
Seres sim,
Por isso quando tudo que resta de mim
É amor.
Deixa-me partir.”

Sempre levarei o seu amor Meg. Te amo