Max Maximiliano de Oliveira

TER UM SÃO BERNARDO É…
Olhar para a mesa e ver uma cabeça acima dela;
Ser empurrado contra a parede para fazer carinho;
Ser convencido com a manha dele;
Levar trombada nas brincadeiras;
Tomar banho junto com ele, na hora do banho;
Carregar o pote de ração com as duas mãos;
Ser seguido;
Ser levado;
Toda vez que olhar, dizer: “nossa, como vc cresceu!”- E olhar de novo e dizer: “nossa, como vc ta lindo”;
Andar com ele na rua fingindo ser a coisa mais normal do mundo;
Gritarem “lindo” e você se inflar de orgulho, mesmo fingindo que não é com você;
Ouvir berros como “Beethoven” e vc ficar morreeeendo de raiva pois o nome dele é MAX!;
É nunca mais conseguir comer um pãozinho francês inteiro no café da manhã;
É gastar mais de 10 rolos de papel toalha por mês só para secar a “boquinha” dele quando ele toma água para evitar as tais dermatites úmidas;
É entrar no Veterinário sendo arrastado por aquele “trambolho” e dizer “Calma, Bebê, devagar senão você derruba a mamãe!”;
É acordar de madrugada assustada com a altura do ronco dele e ao invés de brigar com ele, dar risada, olhá-lo e ter o PRAZER de dizer “COISA MAIS LINDINHA! PARECE UM ANJINHO DE PÊLO DORMINDO!!”;
Não encontrar Pet Shop que dê banho neles, e quando encontrar um ter que pagar o dobro do preço cobrado pra lavar qualquer outro cão;
Não saber mais o que é um comodo da casa sem pelos;
Sair do Pet com 2 sacos de ração de 25kg, dizendo “É, acho que dá pra uns 20 dias”;
É ter que bolar um plano pra fugir dele sempre que vc vai pra uma festa com aquele terno preto e não quer chegar no evento parecendo que está com um casaco de pele com babas;
É comprar “brinquedinhos” para ele na casa de Esportes, pois no PetShop não tem bola de Basquete;
É escutar as pessoas dizerem “meu sonho é ter um São Bernardo” e você olhar para elas e dizer com o maior orgulho “pois era o meu também e REALIZEI!”;
Tive o meu amigo por 10 anos meu velhinho, meu amigo, minha família!!!! Nunca vou te esquecer!!