Mai

Eu recebi e dei muito amor a todos que me conheceram. Apesar da minha raça, parecia que só eu não sabia o que era ser um pinscher de tão amorzinho que eu era. Quando papai te adotou você cabia na palma da minha mão, hoje você está aí no céu, mas seguirá pra sempre no meu coração.
Você vai fazer muita falta ao seu papai e pro chato do Matheus, minha eterna Maizinha.

Mai, sempre alegre brincando e até o último dia não sabia que era Pinscher, sim, ela não sabia. Kkkkkk..
Amorosa e companheira, minha amiga me ajudava até quando eu tinha asma de madrugada, ela ficava do meu lado acordada.
Quem nunca teve que segurar seu Kiko e Chaves pra ela puxar e rosnar? Essa era a brincadeira preferida dela.
Obrigado por fazer parte da minha vida, te amarei e lembrarei para sempre!

Italo.