LOPAN

Lopan, nosso malvado favorito. Teve uma vida de maus tratos antes de nos encontrarmos, por isso era desconfiado das pessoas… mas conosco ele aprendeu que podia ter carinho sem ser machucado ou desrespeitado. Sempre ranzinza, mas mesmo assim nos demonstrava afeto , do jeitinho dele. Gostava de brincar com os tapetes, latir para quem fazia bagunça , ou simplesmente sentar ao nosso lado e olhar para a rua.Forte e teimoso até o fim, mesmo quando um osteossarcoma começou a se espalhar…. Sentiremos sua falta para sempre, meu grandalhão mau humorado e muito, muito amado.