Laika

Laika
“O que falar sobre esta cadelinha? Bom podemos começar pelo seu primeiro dia em nossa casa, quando a porta se abriu e adentrou aquela pequena cachorrinha que mais parecia uma bola de pelo, cheirando tudo, tentando subir as escadas como era muito pequena chorava, pois não conseguia. Com seu olhar curioso cativou logo a todos que passavam tardes lendo revista ao seu lado para que dormisse, pois caso percebesse que estava sozinha já fazia uma choradeira para alguém ficar ao seu lado. Com o passar do tempo acostumou com o seu novo lar e com as pessoas que fazem parte dessa família.
Desde muito pequena adorava brincar sua maior diversão era correr até cansar atrás da garrafa de plástico, e quando via uma sacola plástica sacudia aquela sacola e tentava fugir para assim arrancar os seus pedaços. E quando ganhou sua primeira bolinha fez a maior festa, não esperou chegar em casa logo no carro queria loucamente pegar aquela bolinha e morder com toda a sua força.
Ah o domingo pela manhã!!! Corria pela casa inteira indo, em quarto em quarto para acordar a todos, mas logo já arrumava um cantinho debaixo das cobertas de alguém e de lá não queria mais sair. E quando subia escondida no sofá para dormir em cima das almofadas?? Parecia uma bolinha e não tinha quem tirasse ela de cima.
Morria de ciúmes quando alguém se abraçava na frente dela, pedindo assim para participar do abraço dando pulos nas pernas até alguém pegar´la no colo.
Sempre foi muito dengosa e dava sempre um jeito para arrumar um colo e ganhar um cafuné, coisa que, diga´se de passagem, todos adoravam fazer.
Uma grande guerreira com uma força espetacular sempre lutou para ficar conosco, pois ainda pequena enfrentou uma doença que quase abreviou sua história, resistiu e passou por cima de outros problemas nos acompanhando por 14 anos de muita alegria, amor e dedicação. Um anjo que tornou nossa vida mais alegre e divertida!!
Laika, pitchula, Lulu, polaca, Luli, Lu… como era chamada!! Entendemos que todos têm sua hora de partir, o difícil é aceitar, mas sabemos que agora você está bem, está feliz pelo simples fato de fazer parte e ter dado e recebido amor da nossa família.
Você sempre estará presente em nossas lembranças.”
Anderson
Ana Carolina
Jaine
Silvio