Guadalupe

Nossa anfitriã sempre alegre e brincalhona se foi, não está mais aqui para receber nossos amigos com um presente na boca, nem para acompanha – los ao estacionamento na hora de irem embora.
Tão pouco fará parte da roda de vigilantes do nosso conjunto, que enquanto conversavam e fumavam, ela aguardava por alguma guimba.
Nosso vizinho churrasqueiro, não tornará a vê–la, como de costume sentada enfrente a sua churrasqueira aguardando por uma provinha.
O Kevin, não mais ganhará o banho diário da sua Mãe preta (gatinho adotado por você, com 7 dias) transformou–se num “Gatorro”, por que foi essa a 1ª imagem que viu ao abrir os olhos.
A Wicca (sua filha) ficou órfã, também não ganhará mais o seu carinho diário, nem tampouco, poderá lhe retribuir como de costume.
Os anos que poderiam ter sido os mais difíceis, contigo ao meu lado, foi muito mais fácil para mim.
Obrigada por ter escolhido vir para a minha família.
Obrigada pela parceria na ajuda com a vovó, a qualidade de vida dela foi muito melhor com a tua presença.
Obrigada por este 13 anos e oito meses de muito amor, pois eu sabia que você me amava, nem sei se te amei a altura…
Você era de uma integridade ímpar, acima de qualquer ser humano, mesmo quando testada você rejeitava a oferta.
A tua presença silenciosa e solidária nas minhas outras perdas, fez toda a diferença.
A dedicação, aquela alegria sincera e todo o amor incondicional que você nos dedicou.
Você me ensinou sobre o amor incondicional.
Você foi exuberante me pedindo daquele jeito para ficar contigo.
E como foi bom poder estar ao teu lado, falando, abraçando teu corpinho para te dar serenidade naquele momento final.
Espero ter recompensado a tua fidelidade de toda uma vida a nós neste momento de dor, e considerando que somos seres eternos, e cada etapa é uma nova evolução com outros aprendizados, sei com certeza que nesta, a tua velhice foi pontuada pelo respeito, eu efetivamente cuidei de você como minha filha querida.
Você era como se fosse ficar pra sempre na minha vida.
Foi tudo muito bom ter você ao meu lado, minha boneca preta, mas chegou a tua hora de ir …
É minha hora de continuar por aqui, até mais tarde quando nos reencontraremos para continuarmos de onde paramos…
Te amo!