Gaya Dobrucki Franco de Camargo

“Gaya Meu Amor Eterno”

Qualquer coisa que eu escreva nunca demostrara realmente a dor que estou sentindo!

Lembro-me como se fosse ontem da primeira vez que te vi, você tinha 45 dias de vida, minha pequenininha, foi amor à primeira vista e o início de uma grande amizade.
Cada Dia, durante esses 09 anos, que você esteve ao nosso lado foi repleto de alegria, amor e companheirismo. Hoje sou uma pessoa muito melhor, e isso é mérito seu, ter tido você como filha me fez ver a vida de uma outra forma.
Você esteve ao meu lado em todos os momentos difíceis que passamos, e só eu sei quantas foram as vezes que chorei abraçada com você e quantas foram as lambidas de compreensão e apoio recebidas. Durante anos você foi minha família, minha companheira!
Você com seu jeitinho meigo e doce nos cativou em cada momento que passamos juntos, e nos cativa até hoje quando lembramos do seu rostinho, dos passinhos delicados, do jeitinho doce de pedir carinho e do abraço mais gostoso e amoroso do mundo todo. Ainda escuto suas patinhas andando pela casa, ainda sinto seu cheirinho.
Nos últimos dias que passamos juntas, eu tentei ao máximo ser forte e te ajudar a superar todas as dificuldades, afinal de contas eu devia isso a você, já que em todos os momentos que precisei você estava lá.
Foram noites sem dormir, foram dias repletos de preocupação e MEDO. Medo esse que me consumia todos os dias, só de pensar na possibilidade de você nos deixar, eu não queria e nem podia aceitar essa possibilidade.
No instante em que você se foi uma DOR avassaladora tomou conta do meu peito, um pedaço do meu coração foi embora junto com você. Dói demais saber que você não vai mais estar me esperando no portão, dói demais ver as suas fotos, dói demais ver o vazio dentro de casa, ver suas coisinhas aqui, enfim DÓI DEMAIS ESTAR SEM VOCÊ AQUI.
Mas, eu sei que foi o melhor a ser feito e que você merecia esse descanso minha pequena. Sei também que nós fizemos o possível pra te ajudar e o mais importante ficamos com você até o final, como sempre.
Minha pequena, eu quero que você saiba que EU TE AMEI todos os dias em que estivemos juntas e que eu vou TE AMAR PRA SEMPRE.
VOCÊ FOI MINHA ALEGRIA DE VIVER.
Você sempre será a nossa NENI GORDINHA!!!
Sentimos muito, MUITO, MUITO a sua falta.
E nada irá substituir esse vazio que você deixou em meu coração!

“Há que bom seria se por descuido Deus te fizesse eterna”