Fredy

Descanse nos braços amorosos da Mãe Natureza. Que ela acolha seu corpo e acalente a sua alma na morte,como em vida você foi amado e acolhido. Você passou por todas as estações da vida. Na primavera era um filhotinho, cheio de vida, energia e curiosidade, e foi crescendo dia após dia. No verão chegou a juventude, explorando, brincando e aprendendo; aprendeu a amar sua família humana e a se adaptar aos ritmos da vida. Dos dias quentes de verão ao frescor e amadurecimento do outono, você foi nosso amado amigo e companhia. Fiel em seu amor, verdadeiro em seu coração, leal em sua amizade; ofereceu a todos nós amor incondicional e nos protegeu de todos os perigos. Um dia o inverno chegou. Os seus passos foram ficando mais lentos, com a idade, o seu amor se sublimou. Tornou´se mais puro, mais maduro, mais precioso. Agora o inverno acabou, meu amiguinho. Precisamos libertá´lo para que encontre outra primavera.
Que a sua alma se eleve e encontre os braços amorosos da Natureza.
Que os espíritos do Fogo iluminem o seu caminho nesta nova jornada.
Que os espíritos do Ar o acompanhem com uma canção alegre.
Que os espíritos da Terra o libertem das areias do tempo.
E que os espíritos da Água suavizem a sua transição.
Que as forças da divindade abrandem a dor do nosso coração e nos ajudem a nos adaptar à sua ausência.
Que a sua alma possa voar livre e brilhar com as estrelas no céu.
Você nos amou de todas as formas possíveis e assim que vamos te amar pra sempre.
Nem a saudade nem a distância irá apagar o bem enorme e a paz que você trouxe para os nossos corações e a lembrança desses momentos o manterá vivo dentro de nós.

Da sua família José, Marlete, Priscila e Felipe

Raça: Poodle
Nascimento: 21/02/97
Falecimento: 21/04/09