Diesel

Foram 11 anos… De amizade, de companheirismo, de viagens, passeios, muitas brincadeiras, felicidades, fugas de banhos e de chuvas e de quebra de preconceitos por ser quem você era e mostrar que não é uma raça que é violenta e sim os humanos que a tornam assim, e você provou e surpreendeu muita gente com seu coração que você era bom, amigo e fiel. Teve uma vida digna e tudo que um cão poderia ter. Uma família que o acolheu e o transformou em um filho, nosso filho. Cuidou de todos, brincou com todos e amou todos até seu último dia. Cresceu forte, virou o nosso Boi, o Beiçudo, o Cabeção! Fez a sua família e escreveu sua história. Porém, infelizmente, um dia essa história chega ao fim para todos e como pra vocês é rápido… Mas a sua vida eterna começou agora, no momento que você escreveu o último “AU” da página do seu livro. Nesse instante você torna a ser a diferença, a boa lembrança, a alegria e a saudade na vida de alguém, de uma família, na minha vida. Descanse em paz meu parceiro, meu Boizão! Você será eterno e a sua passagem entre todos nós jamais será esquecida!