Dean Winchester

Falar sobre a partida do Dean ainda é muito difícil, mesmo após passado dois meses do dia em que ele se tornou estrelinha. Ele era um gato diferente, de uma personalidade única, amoroso, amigo, companheiro, mandão e rabugento em alguns momentos, enfim, ele era especial. Nunca vou esquecer o dia em que o adotei, me apaixonei pela imensidão dos olhos azuis vesgos dele no primeiro instante em que eu o vi.
Foram dez anos de uma amizade e um companheirismo sem fim, uma relação que só nós entendíamos. Passamos tanta coisa juntos, ele esteve ao meu lado nos melhores e nos piores momentos da minha vida. Ele dormia comigo todas as noites, me fazia companhia nas longas horas de estudo, nas noites de insônia, para assistir filmes… Dean é, foi e sempre será um filho para mim e sua partida despedaçou meu coração, mas estou juntando os caquinhos, todos os dias para poder seguir em frente.
Dean, tivemos muita sorte em ter você na nossa família! Vamos sentir sua falta para sempre e vamos te amar para sempre! Você é insubstituível e somos muito gratos por todos os momentos que passamos juntos. Não vamos te esquecer nunca! Descanse em paz, meu amor!
É como diz a canção “Amor igual ao teu, eu nunca mais terei. Amor que eu nunca vi igual, que eu nunca mais verei. Amor que não se pede, amor que não se mede, que não se repete”