CORA

É…. você não podia ir embora sem me aprontar essa…. Forçou uma pequena melhora só pra acalmar à todos, e esperou forte até hoje de manhã pra eu poder ir me despedir de você. Você foi um dos maiores exemplos de amizade, não ligava pra beleza, dinheiro ou qualquer outra coisa fútil, era só ter uma bolinha ou um pedaço de galho que pra gente tava tudo certo. Sei que um dia vamos nos ver de novo, e sei também que você vai estar lá me esperando como tantas outras vezes, quer o horário que fosse, com aquele seu sorriso alegre e debochado, sentadinha me oferecendo sua pata para que a segurasse e depois lhe desse um pedaço de vina. Mas enquanto isso, estarei aqui sentindo saudades suas e lembrando o quanto brincamos juntos, e das vezes que passeávamos na avenida aos fins de tarde… Lembra o quanto você se agitava só de ver eu pegar a sua coleira? Ta ae uma coisa que vai ser dificil de encarar,a velha coleira azul pendurada na porta… Você vai ser sempre a minha pelotona gorda e peluda. CORA 12-06-2000 27-06-2013