Bolinha

Parece que foi ontem que você chegou para fazer parte da família e ser nossa menininha… Mas o tempo passou e levou com ele, sua saúde, sua visão, sua alegria de viver e tantas outras coisas mais…Porém o que o tempo não conseguiu tirar de você foi o amor tão puro, fiel e verdadeiro que sempre teve por nós. Um amor que foi construído desde os primeiros olhares, quando você cabia na palma da mão. Você foi a filha que não tivemos e deixou um buraco não só na casa, mas principalmente em nossos corações. Ainda encontramos seus pelinhos brancos em tantos lugares, sentimos seu cheirinho no edredom e quando o abraçamos, podemos te sentir nele e logo, as lágrimas escorrem pelo rosto pois a saudade aperta no peito… Foi muito difícil deixar você partir, pois nosso amor e egoísmo achavam que você nunca, jamais, iria precisar partir… sentíamos como se você fosse eterna… e você é eterna… só não fisicamente, mas sim em nossos pensamentos e no coração. Foram quase 17 anos juntos, foram tantos momentos e tantas histórias para contar. Foi um privilégio ter a sua companhia por todos esses anos… Somos gratos por tudo, por você e por seu amor incondicional que sempre buscava o nosso colo para curar seus medos, angústias, dores e para nos consolar em momentos difíceis. Nos perdoe por todas as falhas que tivemos com você, por seremos pais pet de primeira viagem. Espero que um dia nos reencontremos para ficarmos juntos eternamente. Mas enquanto isso não acontece, permanecem as lembranças e a gratidão por você ter sido uma companheira maravilhosa, que nos mostrou a felicidade nas coisas mais simples da vida e que carinhosamente foi ganhando apelidos como: Bebê, Cock, Filadelphia, Nenê, Cocô e por último, a nossa The Walking Dead. Saudades sem fim…

Com amor,
Papai e Mamãe.