Bia

Sentimos saudades suas… querida Bia! Hoje choramos pela falta que você nos faz. Pelo conforto de ter você sempre ali… pertinho. Por sua companhia, brincadeiras e serenidade. Por sua personalidade impar, originalidade nos gestos, nas traquinagens, nos “beijos”, na doçura, até no amar. Saudades do teu pelo macio, das longas orelhas, até do incomodativo que era quando queria dormir nas nossas camas. O que nos conforta é saber que não está mais sofrendo e que tivemos momentos inesquecíveis.
Amaremos você para sempre!

Rodrigo Cesar Picinin Mungo