Benke

Benke, carioca de nascimento, chegou a Florianópolis com um mês de nascido, sem que o conhecêssemos.
Logo na chegada notamos seu latido rouco que durou por toda sua vida. Foi um companheiro por quase 18 anos, convivendo e viajando com a família para onde quer que fossemos.
Fica a lembrança das alegrias nos contatos diários e a saudade da ausência.
Foi um bom companheiro.